Compartilhe:

Para quem ainda não está familiarizado, Back Vocal ou Backing Vocal são vozes que ficam atrás da voz principal.

Neste artigo, vou dar dicas de como gravar um back vocal, e tentar explicar a forma que gravo em meu estúdio.

Primeiramente, vamos para as perguntas que mais recebo.

Gravar back vocal individual, ou todos os cantores ao mesmo tempo?

Existem alguns fatores que comprometem a gravação individual do backing vocal.

1 – A desvantagem da gravação individual é o tempo, já que terá que gravar várias vezes o mesmo cantor, e fora isso, terá que usar muitos canais, pois cada voz é gravada duas vezes.

2 – A vantagem, “se posso chamar de vantagem” de uma gravação individual é a possibilidade de afinar a voz individualmente.

Escrevi acima “se posso chamar de vantagem” pelo seguinte: Uma pessoa que faz backing vocal conhece muito de voz, de intervalos, e de técnicas vocais, então é provável que essa pessoa cante afinada, o que faz você descartar o afinador de voz.

Agora, vamos inverter as coisas…

1 – A vantagem de gravar várias vozes ao mesmo tempo, é a economia do tempo, que nos atuais significa dinheiro. Só o fato de você ter todas as vozes em apenas um canal torna o trabalho mais produtivo.

2 – Como falei anteriormente, a gravação do backing vocal individual possibilita a afinação de cada voz, já a gravação de todas as vozes ao mesmo tempo elas precisam estar afinadas, caso contrário, você vai perder tempo de trabalho e principalmente dinheiro.

Desta forma, só grave o backing vocal em grupo se realmente o grupo for afinado.

Danilo, qual a forma que você grava um back vocal?

Gravo sempre em grupo, pois não tem a necessidade de gravar individualmente, já que o pessoal é afinado.

A forma que eu gravo é a seguinte:

Todos os canais gravo em mono, porém gravo a primeira trilha com as vozes fazendo uma divisão especifica, depois gravo uma segunda trilha com a mesma divisão de vozes. Depois disso jogo um canal para cada lado, ou seja, L e R.

Em seguida gravo mais duas trilhas, porém agora é com uma nova divisão de vozes, faço da mesma forma, gravo uma trilha com uma divisão de vozes e depois gravo a segunda trilha com a mesma divisão. Depois disso, novamente jogo um canal para o L e outro para o R.

Agora vamos para as ultimas duas trilhas, gravo uma divisão de vozes em uma trilha, e na outra trilha gravo a mesma divisão de vozes, em seguida jogo um canal para cada lado, L e R.

No final de tudo ficamos com seis canais com três vozes cada um, isso da um total de “18 vozes”, o bastante para conseguir um backing vocal bem cheio.

Depois de tudo gravado, jogo todos os canais para um grupo e faço a mixagem usando equalizador, compressor, reverb e outros efeitos.

Deixe seu comentário.

Espero que você tenha entendido a melhor forma de gravar um backing vocal, e gostaria que você deixasse sua opinião sobre o assunto, apontando se já apresentou problemas em alguma gravação ou até mesmo um fato que você gostaria de compartilhar.

Um grande abraço e até o próximo artigo!