Compartilhe:

Iremos ver sobre a utilização do microfone, e saber qual o melhor microfone para tal situação e como conseguir tirar o melhor som.

O que precisamos de inicio é ter os conhecimentos básicos dos tipos de microfones que temos disponível no mercado.

O Microfone

As vezes não conseguimos tirar um bom som, porque estamos usando o microfone erradamente, por exemplo, usar um microfone de violão pra bumbo. Cada microfone tem sua faixa de frequência, existem microfones que captam mais as frequências médias, outros são ótimos para grave e assim por diante.

Tudo que temos que ver antes de comprar um microfone é: Para que iremos usar.

Um dos fatos de temos vários microfones no estúdio é por essa causa, as vezes precisamos de vários microfones em uma gravação, pois o produtor ou engenheiro pode querer alterar o timbre do instrumento, por exemplo: Se gravamos um violão com um mic Neumann KM184, talvez o produtor queira uma outra linha de violão com um U87, e por ai vai.

Tudo em uma gravação se da inicio a bons equipamentos, ou seja, se você tiver um bom microfone com certeza já é meio caminho andado para sua mixagem sair perfeita. Agora se você não tem um mic legal, vai cansar de girar botão na mesa e o som não vai chegar.

Condensador – Dinâmico – Qual usar?

Tudo que devemos ver na hora de compra um microfone, é a característica dele, ou seja, não adianta você correr atrás de preço sem conhecer o microfone, as vezes um microfone com o preço médio resolveria o seu caso, e não necessitava de um mic com um valor exagerado.

Hoje no mercado existem uma variedade de marcas e modelos de mic, temos que apenas escolher.

As características principais que temos que avaliar é se o microfone é cardióide, omnidirecional, etc…

Microfones Dinâmicos – Não vou usar muitos térmos técnicos e fundamentos de como é feito o microfone dinâmico ou algo do tipo, mais sim o porque usar e o porque não usar.

Os microfones dinâmicos são mais conhecidos por estar em praticamente em todo lugar, locutores de rodeio, artistas em shows, a maioria utilizam os microfones dinâmicos, mas porque?

Os microfones dinâmicos não são tão sensiveis iguais aos condensadores, por isso eles são considerados duros. Esses microfones ao contrario dos condensadores, não necessitam de alimentação de 48 volts, usada nos condensadores.

Os dinâmicos mais populares são:

Shure Beta, SM 57, SM 58, etc…

Microfones Condensadores – Condensadores são os populares de estúdio. Com um diafragma menos rigido, isso faz com que os microfones condensadores sejam mais sensiveis que os dinâmicos.

Esses microfones são fantásticos, pois possuem uma clareza e captam detalhes que jamais os dinâmicos seriam capaz de reproduzir.

Além disso os microfones condensadores são macios além de ter uma resposta de transientes rápida.

Os microfones condensadores para seu funcionamento é necessário uma alimentação de seu circuito interno. Essa alimentação pode ser por bateria, kit que vem com o microfone ou phantom power, que tem nas mesas ou pré amplificadores. A alimentação que os microfones condensadores utilizam é de 48 volts.

Omnidirecional – São microfones que captam o som de todas as direções, ou seja, ele capta que está na frente, atrás, e dos lados.

Direcional – Os microfones direcionais, são microfones que captam sons que vem pela frente, sendo assim o som que vem na parte de trás e dos lados são cancelados.

Na próxima parte iremos ver sobre outras figuras, e vou especificar quais os microfones ideias para tal instrumento.