Compartilhe:

Dando continuidade à série de artigos sobre o assunto “Gravando em meu Home Studio”, iremos continuar falando sobre os equipamentos.

Na Parte 1 indiquei o eBook para você conhecer as necessidades de um Home Studio. Neste post iremos discutir sobre um assunto que fica martelando nossa mente “Preciso comprar equipamento novo”.

Posso afirmar que 99% das pessoas que tem um Home Studio nunca estão satisfeitos com o que tem, e sempre querem mais, ou querem trocar ou comprar.

Esse defeito é muito comum, e às vezes vem pra ajudar, e na maioria das vezes para atrapalhar.

Eu mesmo na época em que tocava em bandas, como guitarrista, nunca parava com uma pedaleira e guitarra, sempre estava trocando.

O problema é que nunca conseguia investir em mim mesmo, e tudo que ganhava era para ficar trocando equipamentos.

No Home Studio não é diferente, é pior ainda (risos). Compramos um microfone hoje, amanhã já queremos trocar, aquele preamp já não vale mais, poucos dias de uso já queremos comprar outro, achando que o som vai mudar da água para o vinho.

Como falei na Parte 1, não é o melhor equipamento que vai fazer você conseguir o melhor som, e sim suas habilidades em usá-los.

Ter bons equipamentos é ótimo, mais saber usar é melhor ainda.

Se você prestar a atenção do dia em que você começou a montar um Home Studio até o dia de hoje, vai perceber o quanto suas gravações evoluíram, sem precisar trocar um equipamento.

Ter novos equipamentos é ótimo, quem não gosta de ter um microfone que foi lançado recentemente, ou um monitor que tal produtor usa e indica. Isso é bom para o nosso ego, porém o fato de você trocar seus equipamentos de mês em mês não vai fazer seu som melhorar tanto assim.

Ninguém é bobo de escolher um B2 no lugar de um AKG, porém se alguém pegar um AKG para gravar uma voz, e na equalização atenuar – 5dB, pronto acabou com a voz, ou então pegar um compressor e deixar a voz espremida, parecendo que o cantor está sendo enforcado (risos), enquanto a pessoa que pegou o B2, alterar apenas o necessário na equalização e compressão, qual teremos o melhor resultado?

Procure traçar metas para adquirir um equipamento, e tentar tirar o melhor som com o que você já tem, e deixe a Síndrome de Aquisição de lado, pois isso é um mal que atrapalha muito.

Jamais pense “Vou esperar comprar tal microfone para fazer uma gravação”, faça com o que você tem, e tente fazer o melhor. Com o tempo e reconhecimento de seu trabalho, esses novos equipamentos vão aparecer sem esforço algum.

Deixe seu comentário se você já passou por isso, ou se ainda tem esse problema.