Compartilhe:

Você sabe o que é um Microfone Condensador e o que é um Microfone Dinâmico? E qual a diferença entre um Microfone Condensador e um Microfone Dinâmico?

Neste post você vai aprender o que é, e qual as suas diferenças. Deixei 2 post sobre Microfones aqui no Blog, leia que vai te ajudar sobre o assunto: Como usar o Microfone – Parte 1 e também o Post: Como usar o Microfone – Parte 2

Microfone Dinâmico

Microfone Dinâmico falando a grosso modo é um microfone mais forte que o Condensador. O Microfone Dinâmico é muito usado em palcos justamente por isso, um cantor, por exemplo, em sua performance uma hora vai cantar mais suave, outra hora vai gritar com o publico, e com isso esse microfone vai segurar esses níveis de amplitude tranquilamente.

Os Microfones Dinâmicos também são usados em estúdio de gravação, porém nem tanto como os Condensadores. Isso porque ele não tem tanta precisão e clareza.

Já vi alguns Produtores Musicais usar Microfones Dinâmicos em algumas gravações e o resultado foi legal, vai depender muito do estilo musical. Se você grava algum estilo mais agressivo tente usar um microfone dinâmico para ver se resolve, talvez de certo.

Alguns dos Microfones Dinâmicos mais famosos é o: Shure SM57 e o Shure SM58. Eu como músico posso dizer que em todos os Shows que fazia com Artistas, todas as casas de Show tinham o SM57 e o SM58.

Além de ser mais forte que os Condensadores, esses Microfones agüenta muita pancada, já cheguei a lugares que tinham Microfones Dinâmicos que estava em um estado lastimável, porém era só plugar em uma mesa de som que o som saia (risos).

Microfone Condensador

Microfone Condensador são bem mais frágil que os Microfones Dinâmicos. Dificilmente você vai ver um Microfone Condensador jogado no chão de um estúdio, ou mesmo em um palco. Isso porque no próprio manual dos Microfones Condensadores já vem escrito para transportar com cuidado e coisas do tipo.

Além disso, a resposta de freqüência dos Microfones Condensadores é mais plana que os Microfones Dinâmicos. Além de ter mais precisão e Clareza em uma gravação.

Se você colocar um Microfone Condensador e um Dinâmico lado a lado e cantar uma música ou tocar um violão, por exemplo, você vai notar a diferença de precisão na captação do áudio.

Para vocês terem uma idéia de como é tão frágil um Microfone Condensador, já ouvi casos que a pessoa foi gravar tal instrumento e esse instrumento tinha muita potência sonora e veio a fazer o Microfone Condensador parar de funcionar.

Outra diferença entre um Microfone Condensador e o Microfone Dinâmico é que os Condensadores para funcionar precisam de uma alimentação fantasma, o que chamamos de Phantom Power. Praticamente todas as mesas de som, e placas de som externas tem um botão escrito +48, que é justamente o Phantom Power. Se você não ligar o Phantom Power com certeza o Microfone Condensador não vai funcionar.

Minha Sugestão:

Eu particularmente uso o Microfone Condensador para praticamente tudo, gravação de voz, gravação de violão, gravação de sax, etc…

Porém uso o Microfone Dinâmico também, para caixa de bateria, bumbo, guitarra, e outros instrumentos.

Não tem regra para falar qual vai ser usado para qual instrumento, porém sigo o conceito básico, quando quero algo que preciso de maior precisão e clareza uso o Microfone Condensador, e quando vou gravar algo mais agressivo as vezes opto por um Microfone Dinâmico.

O que aconselho é você sempre ter um Microfone Dinâmico em seu estúdio, uma hora ou outra você vai precisar.

Deixe seu comentário ou sua opinião sobre o post. Grande abraço e até a próxima.