Compartilhe:

Olá pessoal boa noite, espero que estejam todos bem… Bom vou dar uma prévia sobre o compressor. Pra quem está iniciando no áudio, o Compressor nada mais é que um regulador de dinâmica do sinal de áudio. Isso nada mais é que, quando nós temos uma voz que tem variações de dinâmica “volume” ele nos permite deixar esse áudio mais homogêneo, Sem picos e sem partes muito baixas.

Com o compressor podemos atenuar os picos de forma que, quando for aumentar o áudio geral, o que estava muito baixo será aumentado também, fazendo com que o som baixo fique mais alto e o som alto fique mais baixo, e assim os 2 fiquem quase na mesma altura.

Para você entender melhor, vamos conhecer os parâmetros básicos de um compressor:

THRESHOLD: Este parâmetro nós iremos decidir onde o compressor começa a atua, ele é medido em db. Um exemplo fácil para aprender sobre o threshold. Vamos supor que colocamos o threshold em – 35 db, quando o áudio chegar nesse nível irá iniciar a compressão, se o áudio não chegar a – 35db o compressor ficará sem utilidade.

RATIO: Depois que regulamos o threshold, iremos regular a sua intensidade. Sempre em ratio vocês verão 2:1 , 3:1 , 5:1, etc… Funciona da seguinte forma: Do lado esquerdo é mostrado os db que estão entrando e do lado direito os db que estão saindo, ou seja na prática, vamos supor que passo 3 db da marcação do threshold, o compressor vai mandar para a saída apenas 1 db. Então números menores na esquerda a compressão será mais suave, números maiores na esquerda a compressão será mais forte.

ATTACK: O Attack serve para você ajudar quando o compressor vai começar a atuar, depois que ultrapassar a marca do threshold. Na prática para você liberar os transientes deixe um attack lento, agora caso queira eliminar os transientes você vai usar um attack rápido. Este parâmetro geralmente se ajusta em milissegundos.

RELEASE: O Release faz o papel inverso do Attack, nele ajustamos quando o compressor deixará de atuar. Na prática para menos sustem na nota usa-se o Release rápido, para maior sustem na nota usa-se um release lento, fazendo com que a nota seja comprimida por mais tempo “release mais lento usa-se muito em guitarras”.

REDUCTION: Aqui é mostrado a quantidade que o compressor está reduzindo em db.

IN – OUT: Aqui podemos analisar o quanto temos de entrada, e o quanto temos de saída no compressor, ou seja, antes de ser processado e depois de passar pelos parâmetros.

OUTPUT: Aqui na saída iremos compensar o que foi eliminado pelo compressor, por exemplo, se foi eliminado 5 db, iremos aumentar 5 db no Output de forma com que iremos ter mais ganho, se também iremos aumentar o que estava muito baixo, fazendo assim com que o som fique com mais punch.

HARD KNEE – SOFT KNEE: Neste parâmetro escolheremos se queremos uma compressão forte ou suave. HARD KNEE = Forte. SOFT KNEE = Suave. Lembrando que ela começa depois do ponto do threshold.

Bom pessoal é isso, espero que tenham entendido sobre o compressor, e qualquer coisa deixe seu comentário. Grande abraço e fiquem com DEUS.